segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Escritores... Os nossos!

A amizade é assim
É sentir o carinho e ouvir o chamado
É saber o momento de ficar calado

As alegrias unir
As tristezas dividir
O espaço respeitar
E o segredo silenciar

É ter a certeza
Da mão estendida
Uma cumplicidade
É uma maior riqueza

Simplesmente
É uma cumplicidade
Unicamente
Feita de felicidade

...................

Chuva, vai-te embora
Deixa o sol iluminar
Iluminar o meu coração.
Chuva, já está mais do que na hora
De me abandonar e deixar passar
Passar o sol da paixão.

Chuva, porque és tão incomodativa
Deixa vir o sol que me cativa.
Cativa-me tu, só naqueles dias
Em que mergulho no descontentamento
Angustiando por imensas alegrias
Vendo passar o tempo.

Chuva, vai-te embora
Não me causes mais dor
Não vês que preciso de amor
E não ficando a chorar
Chorar dias e dias inteiros
Esperando momentos verdadeiros?

Pego numa fotografia tua
E uma lágrima cai
Sinto a minha alma nua
Quando a chuva vem
E me deixa sem ninguém
E o sol se vai.



Ana Sousa 9.º E

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Livros TOP +





1.º - A Lua de Joana

Maria Teresa Maia Gonzalez






2.º - O livro com cheiro a chocolate

Alice Vieira






3.º - Marcada- romance da casa da noite

P. C. Cast, Kristin Cast

Poema da Quinzena


Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca,
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto,
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas, inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído,
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.

Alexandre O' Neill